Um Vício Oculto... Um Vício MEU... Um vício que prefiro manter escondido da minha vida REAL... mas que se tornou num verdadeiro VÍCIO de ELEIÇÃO!

Bem-Vindos e VICIEM-SE!

sábado, 14 de março de 2009

"Ninho de Amor" perdido!


Quinze horas e vinte sete minutos de sexta-feira! O telemóvel toca.
Mensagem: “Sábado - 13h - almoço na casa de praia de Peniche…aguardo a tua chegada!”

Mensagem recebida e percebida…

Logo pela manhã, faço-me à estrada com um sol bem aliciante pela frente…

Chego ao destino…a casa pequena, de cor branca e azul sobressai no meio da encosta… o intitulado “ninho do amor”, sempre que algum problema lhe assola a alma…

Estaciono na garagem (como sempre) para não levantar suspeitas…Subo as escadas que dão acesso ao 1º andar e lá estás tu, de avental, com a mesa posta e o almoço pronto!

-“Pontual” - dizes-me…
- “Para ti, sempre...” – respondo-te!

Como um verdadeiro cavalheiro, afastas-me a cadeira e sento-me… Sem fazer perguntas directas sobre o que te afecta, conversamos sobre isto e aquilo à medida que comemos… As entradas deliciosas…o peixinho grelhado ainda melhor e a sobremesa uma tentação.

Adoro quando cozinhas para mim… sei que te esmeras e que gostas que eu goste… Eu então adoro as sobremesas que me dedicas…para mim a melhor parte da refeição. Hoje Petit Gateaux com gelado de caramelo e baunilha… um só prato…uma só colher!

É neste momento que a sedução começa… sacias a fome da tua boca ao partilhar comigo esta delícia de chocolate quente, misturada com o frio do gelado caseiro…

Sinto a tua língua molhada a percorrer-me o pescoço… sinto o meu corpo a colar-se ao teu… sei que sentes o meu desejo…porque és o único que consegue causar um efeito tão intenso em mim…

Sento-me por cima de ti…bem encaixadinha….arranco-te a t-shirt do corpo…adoro o sabor da tua pele…a textura…a cor mulata…

Desapertas-me botão a botão da camisa, lentamente, deixando-me ainda mais enlouquecida de prazer… A tua língua percorre-me o peito…como eu gosto…as minhas ancas balançam-se contra ti automaticamente! Apalpo-te, sinto-te duro…cheio de tesão… desaperto-te as calças e digo-te na loucura do desejo:

“Sê meu, só meu! Eu serei tua para sempre” …

Eis então que tu paras…olhas-me… deslizas-me de cima de ti e começas a vestir-te!

“Ops” – penso, “a discussão deve ter sido mesmo grave desta vez”!

Sem reacção, deixo o meu corpo recuperar da frigidez com que o teu comportamento me invadiu de forma inesperada!

Aguardo dois minutos por uma resposta tua… e começo a vestir-me, desço à garagem, meto-me no carro e faço-me à estrada, ainda abismada.

Quase a chegar a casa faço mais um desvio, não me apetece dormir sozinha, nem de continuar com a sensação de rejeição! Recorro ao meu porto de abrigo… aquele que está sempre lá para me dar o ombro e uma cama quentinha…

Até hoje não obtive resposta, também não perguntei! Aquele outrora “ninho de amor” desapareceu da minha vida após tantos anos…

C’est la vie!



Un bisou...

P.s. Foto de Tim Mcghie, ocultamente retirada de algum sitio...

8 comentários:

Anónimo disse...

Como escreves bem!!! Pena o tipo ter ido embora.

DESIRE disse...

Faria o mesmo, ou pior!
Beijos prometidos

Blue disse...

Não te merece...

kiss

O meu vício oculto disse...

Anonimo...

Como se costuma dizer:"chapéus há muitos!" eheheh

Un bisou

O meu vício oculto disse...

Desire...

;)

Un bisou

O meu vício oculto disse...

Blue...

Nem este nem os do genero deste eheheh

Un bisou

Pedro M disse...

humm... que "cavalheiro" tão frio...

Um beijo

o meu vicio oculto disse...

Pedro M

Há muitos por aí... e sem ofensa...mas é uma realidade eheheh

Un bisou